Ação e Reação: Temer e o choque de realidade com os absurdos promovidos pela FUNAI em todo Brasil.

Há exatos 30 dias, índios e militantes fantasiados de índios invadiam numa demonstração de poder incontido o Plenário da Câmara para protestar contra a PEC 215 que pretende submeter os absurdos demarcatórios da FUNAI ao crivo do processo democrático e republicano. Em menos de um mês a resposta dos produtores rurais, veio rápida e certeira também por meio de protestos pacíficos realizados na Câmara dos Deputados, denunciando que estão sendo expulsos de suas terras   Michel Temerpor meio de processos ilegais e ilegítimos de demarcação de novas reservas indígenas, por parte da Funai, e áreas quilombolas.

Ainda hoje, o presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves, acompanhado de membros da Frente Parlamentar da Agropecuária se reuniu com o vice-presidente da República, Michel Temer, para discutir a demarcação de terras indígenas e a atuação da Fundação Nacional do Índio (Funai). O encontro foi no gabinete do vice-presidente da República. O advogado-geral da União, Luis Adams, também esteve presente.

Ao que tudo indica, o vice-presidente da República, Michel Temer, teria ficado chocado com os relatos escabrosos que ouviu ontem pela manhã por produtores rurais que participaram da audiência conjunta com deputados e representantes do setor produtivo nacional.

Também, não era para menos.  Exemplos de fraudes, irregularidades e manipulações se vêm seguidamente chocando a opinião pública nacional desde os flagrantes caso de fraudes na demarcação de Raposa Serra do Sol e se acumulando ao longo desta primeira década do século XXI.

Só este antropólogo relatou fatos e  entregou à Comissão de Integração Nacional, Desenvolvimento Regional e da Amazônia (CINDRA) documentos e fotos que comprovariam fraudes em nada menos do que 17 processos conduzidos pela Funai. Entre as denúncias de graves irregularidades  alistam-se importação de índios, catequese etnogênica, distorção de fatos históricos, assunção de limites irreais, interesses econômicos de ONGs internacionais e interesse de ONGs nacionais na liberação de recursos públicos estariam por trás da manipulação de dados utilizados pela FUNAI.

Temer demonstrou boa vontade ao afirmar que tentará solucionar os impasses. “Eu vou buscar uma solução conciliadora. Vou levar o caso diretamente para a presidente da república e muito em breve nós teremos uma solução. Hoje, do jeito que as coisas estão não podemos nos preocupar apenas com as questões jurídicas, o caso é muito mais alarmante”, expôs o Vice-Presidente da República.

O deputado Nilson Leitão, do Mato Grosso, mostrou-se esperançoso na saída da reunião e disse acreditar que dessa vez se encontre um direcionamento para resolver o caso. “Diversas reuniões já foram feitas: com o presidente da Câmara; com a ministra da Casa Civil; já convocamos a presidente da Funai, que nunca comparece para nos escutar, e agora estamos recorrendo ao vice-presidente da república. Não é possível que não escutem nosso clamor!”, diz.

Após receber uma verdadeira pilha de documentos que comprovam as irregularidades e prestar atenção nas revindicações e apelos, Michel Temer marcou para a próxima quinta feira, dia 23, uma nova reunião para deliberação. O Brasil inteiro aguarda novas deliberações que ponham um fim à esta bandalheira e caos instalado nos processos de identificação, delimitação e demarcação de Terras Indígenas.

Fonte: Questão Indígena. http://www.questaoindigena.org/2013/05/vice-presidente-ficou-impressionado-com.html

Comentários e Análises. Edward M. Luz. Antropólogo Social.

Anúncios

Sobre edwardluz

Contatos & WhatsApp: (061) 99314389, (062) 96514602 Sou Edward M. Luz antropólogo brasileiro, goiano, residente em Anápolis e Brasília, doutorando em Ciências Sociais pela Universidade de Brasília, mesma universidade onde cursou e concluiu graduação e mestrado em Antropologia Social (Lattes : http://lattes.cnpq.br/7968984077434644 ). Iniciei carreira profissional em trabalhos de identificações e delimitações de terras indígenas em 2003 e desde então exerci esta função de Antropólogo Consultor em três ocasiões, sempre contratado pelo convênio FUNAI/PPTAL. Durante os últimos sete anos trabalhei na identificação e demarcação de oito (8) terras indígenas, todas no estado do Amazonas. Sempre trabalhei orientado pelos artigos 231 e 232 do texto Constitucional, obediente à Portaria 14 e atento ao Decreto 1775/96 e acima de tudo, norteado pelos princípios acadêmicos de imparcialidade e cuidado aos quais acrescento sempre bom senso, equilíbrio e por um forte senso ética e responsabilidade com a vida dos meus interlocutores que estudo. A observância de tais princípios me colocou em rota de colisão com alguns antropólogos e sobretudo com a FUNAI, o que culminou com a rejeição de minha postura democrática e de diálogo com as partes envolvidas em demarcações de quilombos e Terras Indígenas. Independente de quem serão meus adversários continuarei batalhando contra e enfrentando esse perigoso processo político de etnicização do Brasil, esforçando-me por promover o diálogo, a postura democrática e as soluções racionais e dialogadas para o crescente conflito étnico no Brasil, mantido e estimulado por ONGs e órgãos que precisam desesperadamente do conflito para manterem e justificarem uma ideologia fracassada, que se espalha por ONGs, pela parte ideologicamente comprometida da universidade brasileira e sobretudo por servidores de importantes e respeitáveis instituições republicanas brasileiras que precisam ser resgatadas do pernicioso processo de aparelhamento político do estado a que foram submetidas. Continuo disposto a trabalhar em soluções republicanas e democráticas par as situações dos conflitos étnicos em todo território nacional. Edward Mantoanelli Luz. Antropólogo Consultor da Human Habitat Consultoria LTDA
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para Ação e Reação: Temer e o choque de realidade com os absurdos promovidos pela FUNAI em todo Brasil.

  1. Pingback: Ação e Reação: Teme...

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s